Select Page

O ministro das Cidades, Bruno Araújo, e o prefeito de Salvador (BA), Antônio Carlos Magalhães Neto, se reuniram nesta quinta-feira (9), em Salvador, com os responsáveis pela obra Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas.

O empreendimento pertence ao PAC da Mobilidade Urbana, com investimento de R$ 3,6 bilhões. A implantação conta com recursos do governo federal, por meio do Ministério das Cidades, governo do estado da Bahia, prefeitura de Salvador e iniciativa privada – concessionária CCR Metrô Bahia, responsável pela construção e operação do sistema.

“Este é o maior investimento do MCidades no país. Uma das maiores obras do governo federal no Brasil. Tem um aporte maior do que a soma de investimentos de alguns estados da Federação e, sobretudo, um reconhecimento nosso da importância que significa para a mobilidade e desenvolvimento de Salvador e da região metropolitana”, disse Bruno Araújo.

De acordo com o ministro, trata-se de uma obra que, na fase inicial, lançou a linha 1 com o dinheiro do Tesouro Nacional, entregue ao BNDES para se transformar em financiamento. Equivale a praticamente 90% das origens do recurso de viabilização. Na linha 2, explicou, há um aporte planejado de R$ 1 bilhão, fora R$ 600 milhões viabilizados por meio de financiamento da instituição: “Ou seja, a participação do governo federal é absolutamente robusta. Essencial. É o maior parceiro financeiro”, afirmou.

E destacou: “Viemos ratificar tanto para o governo do estado, como para a empresa concessionária e a prefeitura de Salvador, mas, de modo especial para a sociedade da Bahia , porque essa é uma obra que, de certa forma, atende todos os baianos, a capital e a região metropolitana. Um firme propósito do Presidente da República, Michel Temer, de fazer o que tem feito, com equilíbrio e com responsabilidade financeira.”

Parceria – Segundo ACM Neto, o titular da pasta tem sido um parceiro de primeira hora das questões de Salvador e da Bahia. “Já perdi a conta de quantas vezes estive em Brasília em audiência com o ministro Bruno. Sem dúvida alguma, de todos os órgãos do governo federal, o Ministério das Cidades é aquele que acaba reunindo o maior volume de investimentos, de projetos em conjuntos e de ações, tanto com a prefeitura de Salvador, como outros municípios do interior e com o governo do estado”, ressaltou.

O prefeito enfatizou que o executivo tem uma participação decisiva nessas obras. “O ministro veio aqui pessoalmente acompanhado de deputados estaduais, federais, vereadores e técnicos das três unidades da federação”, comentou.

E reiterou: “É um momento importante. Quero deixar em nome de todos os baianos meu agradecimento à essa grande figura pública que, apesar de pernambucano, tem relações muito estreitas com a nossa terra e nos dá hoje a honora da sua presença.”

O presidente da concessionária CCR Metrô Bahia, Luiz Gustavo Bento de Freitas, durante a reunião, apresentou o projeto técnico. Ele informou que a capacidade da obra é de 500 mil pessoas, prevista no contrato de concessão passageiros, e pode chegar a atender 700 mil,
compatível com o novo modelo de mobilidade. “O governo federal tem sido fundamental para a execução de todo projeto”, assegurou.

Visita – A comitiva percorreu o canteiro de obras. Participaram da visita técnica às obras os deputados federais Cacá Leão (PP-BA), Elmar Nascimento (DEM-BA), Paulo Azi (DEM-BA), e a prefeita de São Bento do Una, Débora Almeida (PSB-PE).

Fonte : https://www.gov.br/mdr/pt-br/noticias/e-uma-das-maiores-obras-do-governo-federal-no-brasil-diz-bruno-araujo-em-visita-ao-metro-da-salvador-e-lauro-de-freitas-na-bahia